Logo Icarus

Home Office permanente: como saber se vale a pena para a minha empresa?

arte home office

O home office permanente traz diversas vantagens para o empregador e também para o trabalhador.

Para o empregador o trabalho remoto é uma forma de reduzir custos. Isso porque não é necessário gastar com espaço físico. Além disso, se economiza com conta de luz, água, materiais, entre outros.

Para o trabalhador existe a possibilidade de economizar tempo e dinheiro com o transporte, por exemplo. Fora isso, pode-se ganhar algumas horas de sono. É claro que para além disso, há outros pontos a serem levados em conta. É muito importante que a equipe esteja envolvida na decisão.

Faça uma conversa com os colaboradores

É muito importante que a equipe esteja alinhada e disposta a realizar o trabalho remoto. É importante fazer diversas reuniões até que todos os colaboradores se sintam seguros com as tarefas. Nem todo mundo tem a mesma facilidade com ferramentas online. Por isso, é importante dispor de um tempo para fazer um treinamento, se for o caso.

Também é necessário alinhar se o trabalhador deve arcar com todos os custos necessários para a realização do trabalho. Existem algumas alternativas para tornar os gastos menos pesados. O empregador pode, por exemplo, fornecer alguns materiais. Algumas empresas optam por entregar o próprio computador ou celular da companhia para os funcionários. Por isso, é importante ter um bom planejamento para que todos estes pontos estejam bem claros.

A equipe deve se sentir à vontade para falar sobre suas expectativas e angústias. Isso é fundamental para que não haja problemas depois. Os funcionários podem ter boas ideias que vão melhorar o funcionamento do home office permanente. Também podem tirar dúvidas e colocar pontos que não haviam sido pensados anteriormente. Uma equipe unida e coesa é um dos principais segredos para o sucesso do home office.

Calcule todos os custos envolvidos

Há alguns gastos envolvidos que nem sempre são palpáveis. Um deles tem a ver com as características do trabalho remoto. Os encontros presenciais serão mais esporádicos, portanto é preciso pensar como isso vai impactar no trabalho. Às vezes a dificuldade envolvida nisso pode tornar o processo mais custoso do que o previsto.

Além disso, há alguns custos específicos para quem opta pelo home office permanente. Uma delas envolve a forma de acompanhar o trabalho dos funcionários. Há algumas opções como o ponto eletrônico, que facilita a vida do empregador. Também é interessante se programar para o envio de documentos, como por exemplo o holerite. Existem algumas ferramentas que tornam o trabalho mais fácil.

Para facilitar todo este planejamento é importante que a empresa faça um bom plano de trabalho. O home office permanente exige todo o cálculo que envolve os gastos da empresa. Além disso, é preciso pensar na organização de todas as tarefas. Como as pessoas não vão se ver com frequência é importante ter reuniões organizativas. Uma boa ideia é fazer encontros rápidos, de no máximo 20 minutos, por semana. Assim, é possível alinhar a equipe. Também vale a pena organizar reuniões periódicas com mais tempo.

Caso seja possível, também é importante fazer alguns encontros presenciais ao longo do ano A empresa pode alugar um espaço de reunião para isso. Existem diversos espaços como os coworkings que possuem salas de reunião.

Para saber mais sobre ferramentas que facilitam o home office permanente acesse nosso site.